Cachoeira do Abade: a Trilha do Vale está aberta novamente

Demorou, mas saiu! Foram seis meses de obra e muito empenho de nossa equipe para entregar a reforma da Trilha do Vale.

Pensando sempre no melhor passeio para nossos visitantes, ficou definido no final de 2017 uma reforma em toda a Trilha do Vale. A trilha estava em perfeitas condições de passeio, mas nossas preocupações em sempre melhorar nos motivou a melhorar o que já era bom.

A Trilha do Vale foi criada com o intuito de aproveitar o que de melhor a natureza nos permite. A Cachoeira do Abade está localizada em uma região privilegiada, com várias nascentes e uma beleza ímpar. Para mostrar toda essa beleza para nossos visitantes, críamos da forma menos danosa ao ambiente a trilha, explorando os melhores pontos de vista com os mirantes, e permitindo acesso a outras Cachoeiras.

Nesta reforma, melhoramos o acesso à trilha, construímos três novas pontes, reconstruímos a Ponte da Tremedeira do zero, críamos plataformas suspensas de madeira e adicionamos outros mirantes em pontos estratégicos.

O terreno acidentado e o grande desnível que a Mata do Buraco foi um dos obstáculos da reforma. Imagine comigo, quilômetros de madeira descendo 700 metros serra abaixo. Não foi fácil, mas nossa equipe de obras foi muito eficiente e prestativa durante todo o processo, e não esquecemos de agradecê-los pela maravilhosa obra que foi feita.


Mapa das duas trilhas existentes na Cachoeira do Abade: a Trilha do Abade com 500 metros e a Trilha do Vale com 2500 metros

Agora com 2500 metros de distância, a Trilha do Vale permite um passei sem igual junto a natureza. O cerrado intocado é um convite para a preservação ambiental, algo que está em nosso DNA desde sempre.

Falando de 2,5km assusta um pouco né!? Mas durante a caminhada, o visitante irá passar por mais de 12 atrativos, e é impossível não parar para descansar e tirar uma foto em nossos mirantes. Cada mirante foi estrategicamente construído, permitindo uma ampla visão dos morros e vales da Cachoeira do Abade.


Mirante panorâmico na Cachoeira do Abade permite uma visão dos vales

Cada mirante é um convite para uma foto, e também permite um descanso entre um atrativo e outro

Uma foto mais linda que a outra. Você e sua família nunca esquecerão este passeio

Mirante panorâmico na Cachoeira do Abade

Até chegar na primeira Cachoeira, a Cachoeira do Sossego, o visitante tem pela trilha no cerrado um contato com plantas e árvores da região. Todas as plantas são naturais e algumas já estão a centenas de anos ali.


O visitante dá seu primeiro mergulho na Cachoeira do Sossego. Esculpida entre as rochas, é a mais profunda da Cachoeira do Abade, chegando a 6 metros de profundidade. Antes de chegar na Cachoeira, o visitante passa por uma ponte pênsil novinha em folha, que treme um pouqinho, preparando o visitante pela surpresa que o espera logo a frente.


Nova ponte pênsil antes que dá acesso a Cachoeira do Sossego

Ponte pênsil prepara o visitante para Ponte da Tremedeira

A Cachoeira do Sossego é a primeira da Trilha do Vale

Seguindo o passeio, a Trilha fica ainda mais linda. Passando por pontes e caminhos sinuosos, o visitante cruza o Portal do Abade, local sagrado pelas memórias que ali permanecem pelos proprietários. O portão abre alas para a nova parte da trilha: uma plataforma suspensa mata a dentro, permitindo uma sensação única bem próximo das árvores.


Portal do Abade guarda as memórias dos proprietários

Novas pontes foram feitas para facilitar a caminhada nas trilhas

Plataforma suspensa passa por dentro da mata, permitindo uma imersão sem igual do visitante

A vista durante todo o passeio é linda

O Aquário natural é uma nascente de água cristalina na Trilha do Vale. Ali nascem peixinhos, e pode-se ver um monte deles. A água é tão límpida que é possível enxergar o fundo.


Aquário Natural tem águas cristalinas e uma fauna encantadora

As plataformas suspensas chegam em uma agradável surpresa: a segunda cachoeira, a Cachoeira do Landi. Tem esse nome pelo enorme pé de Landi que cobre grande parte da água. O banho nesta cachoeira é indispensável, e nela o visitante consegue chegar embaixo da queda. Com as costas na água, a pressão faz uma hidromassagem natural.


Cachoeira do Landi: um banho sem igual nestas águas

Após um banho rejuvenescedor no Landi, hora de subir algumas escadas. A subida, um pouco íngreme, tem três pontos de descanso, com mirantes que dão para a mata fechada. Após a subida, vem a surpresa: a travessia da Ponte da Tremedeira. A ponte foi totalmente reformada, reconstruída do zero, com estrutura reforçada novas telas de proteção. Apesar do nome, a ponte não balança muito e sua travessia é tranquila. São 50 metros de comprimento com 25 metros de altura. Por ela passam apenas duas pessoas por vezes. Lá de cima, a vista é inacreditável. É possível ver como a força das águas moldam as pedras lá embaixo, correndo sempre com muita força.

Para quem tem medo de altura, com ajuda é possível fazer a travessia. Para quem tem fobia de altura, a Acrofobia, não recomendamos atravessar ponte.


Nova Ponte da Tremedeira: 50 metros de comprimento e 25 metros de altura

Ponte pênsil

Seguindo o passeio, o visitante opta por seguir até a Cachoeira do Canion, que falamos em post anterior, e até a Cachoeira do Abade, a principal da reserva e maior de Pirenópolis.


Com essa reforma, esperamos que o passeio fique mais divertido e o contato com a natureza seja prioridade. Nossa expectativa é que nossos visitantes gostem do passeio, e voltem mais vezes.


551 visualizações

Irmãos Rombauer Ecoturismo LTDA

Fazenda Cabaçais, Estrada Parque dos Pireneus, km 17, s/n

Pirenópolis, Goiás - CEP: 72980-000

(62) 99201-0996

cachoeiradoabade1@outlook.com

COPYRIGHT 2018 - CACHOEIRA DO ABADE